Início » casal » Os 5 princípios da Terapia de Casal eficaz

Os 5 princípios da Terapia de Casal eficaz

Será que a terapia de casal é realmente eficaz?

Continuam a surgir muitas dúvidas sobre a real eficácia de terapia de casal, pois apesar de muitas abordagens terapêuticas serem suportadas empiricamente e os resultados a médio a e longo prazo serem satisfatórios, a terapia de casal continua a sofrer de um mal endémico. É um facto inultrapassável que muitos casais ainda só conseguem pedir ajuda quando a insatisfação e os conflitos no casal já atingiram o ponto de não retorno e quando inclusivamente um dos parceiros até já pode ter (secretamente ou não tanto) desistido da relação (i.e.: o investigador e guru da intervenção conjugal John Gottman, mostrou que em média os casais esperam sete anos deste o início dos problemas ou do sofrimento para pedir ajuda).

Imagem de: bloggingbehavioral

Imagem de: bloggingbehavioral

Marcadores de uma terapia de casal eficaz

Num estudo recente que avaliou os últimos 40 anos de investigação sobre terapia de casal, foram identificados 5 princípios comuns às intervenções mais eficazes na terapia de casal.

A terapia de casal eficaz:

  1. Altera a visão do casal em relação ao problema que os trouxe à terapia, oferecendo uma nova perspectiva mais objectiva, contextualizada e diádica. Eu acrescentaria ainda que oferece um perspectiva não culpabilizande, o que ajuda o casal a libertar-se para enfrentar os problemas sem o “escudo” paralizante da culpa.
  2. Modifica os comportamentos disfuncionais, através da identificação de soluções tentadas (e falhadas), das emoções subjacentes aos comportamentos, dos comportamentos que provocam uma escalada no conflito e da exploração de novas estratégias que funcionam.
  3. Diminui o evitamento emocional, potenciando a demonstração de comportamentos baseados em emoções privadas e autênticas, num contexto seguro para a expressão emocional (com menor risco de retaliação).
  4. Aumenta os padrões de comunicação construtivos, oferecendo estratégias práticas e individualizadas para uma comunicação mais clara e eficaz, diminuindo as interpretações abusivas, as ‘leituras de mente’ e os mal entendido tantas vezes geradoras de escaladas de conflito supersónicas.
  5. Enfatiza as forças e os recursos do casal, reforçando os pequenos passos e avanços, e as novas formas encontradas pelo casal, os verdadeiros especialistas na relação, para lidar com as suas dificuldades.

Mais informação aqui.

Marcar consulta

 

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: