Miguel Francisco Filipe

(ele/dele) Psicólogo Clínico

Mestre em Psicologia Clínica e da Saúde, com especialização em Psicologia Clínica Sistémica, pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa e Membro Efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses. Tem um Curso Avançado de Intervenção Psicológica em Públicos LGBTI pelo Instituto CRIAP e um Curso Avançado de Aconselhamento em Saúde Sexual e Reprodutiva pela Associação para o Planeamento da Família (APF). Iniciou a sua prática clínica na Associação Casa Estrela do Mar – Centro Terapêutico Multissistémico para Adolescentes e Famílias, onde continua a trabalhar atualmente, assim como na Clínica Social da Casa Qui. Tem experiência de intervenção nos formatos de psicoterapia individual e também de terapia familiar e de casal, trabalhando com adolescentes e adultos. Para além da experiência de intervenção clínica, tem colaborado pontualmente nalguns projetos de investigação nacionais e internacionais e tem experiência enquanto formador.

Leonor Sentieiro

Psicóloga Clínica

Membro Efetivo da Ordem das Psicólogos Portugueses, frequenta o Programa de Doutoramento Interuniversitário em Psicologia Clínica, Psicologia da Família e Intervenção Familiar da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra e da Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa. Mestre em Psicologia Clínica, sub-especialização Sistémica, Saúde e Família, pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa. É Formadora Certificada e Consultora em Projetos de Investigação. Está a frequentar o Curso de Terapia Familiar na Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar. Ao nível da investigação, interessa-se pelo estudo da família e intervenção familiar, sob uma perspetiva sistémica. O seu projeto de doutoramento procura compreender a perceção do impacto da pandemia COVID-19 nos casais e nas famílias. Iniciou o seu percurso profissional na Associação CrescerSer com crianças e jovens em risco, de seguida na Associação Portuguesa de Apoio à Vítima iniciou a sua prática clínica com vítimas de crime, principalmente violência doméstica e violência sexual. É Técnica de Apoio à Vítima. Faz parte do CICPSI – Centro de Investigação em Ciência Psicológica, Faculdade de Psicologia, Universidade de Lisboa.

Joana Arsénio

Psicóloga

Psicóloga com mestrado em Psicologia Clínica Sistémica, a frequentar o Doutoramento Interuniversitário na especialidade de Psicologia da Família e Intervenção Familiar na Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa e na Faculdade de Psicologia da Universidade de Coimbra e a Pós-Graduação em Psicoterapias Cognitivo-Comportamentais na vertente de crianças e adolescentes pela APTCCI.
Formadora certificada e investigadora na temática da parentalidade durante a pandemia Covid-19. Formação na área de intervenção com casais e famílias em temas como: conjugalidade, parentalidade, comunicação, conflitos, transições do ciclo de vida da família. Cumulativamente Licenciada em Serviço Social com uma Pós-Graduação na área da Proteção de Crianças e Jovens em Risco e de Avaliação Psicológica.

Maria Grácio (ela/dela)

Psicóloga Clínica Júnior

Mestre em Psicologia Clínica e da Saúde com especialização em Psicologia Clínica Sistémica – Contextos Familiar, Comunitário e Forense, pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa, com a Dissertação de Mestrado: “Nada se perde, ganha-se”: Os significados da (perda de) virgindade em pessoas cisheterossexuais e LGBTQIA+. Iniciou o seu percurso profissional na Junta de Freguesia de Belém, nos Pelouros da Ação Social – consultas psicológicas – e da Educação e Juventude – envolvimento no projeto “Afetos na Escola”, programa de intervenção socioeducativo que procura promover as competências dos alunos 1.º ciclo. Está neste momento a frequentar a Formação Pedagógica Inicial de Formadores e é formada em Entrevistas de Avaliação de Competências (947/2023). Em termos de investigação e de intervenção psicológica em Psicoterapia, Terapia Familiar e Terapia de Casal, interessa-se pelas temáticas da intimidade, nomeadamente a sexualidade, da parentalidade e da população LGBTQIA+, sob uma perspetiva sistémica. Ademais, colabora pontualmente com a Associação Nacional de Estudantes de Psicologia, como oradora e moderadora.

Rita Guedes (ela/dela)

Psicóloga Clínica Júnior

Mestre em Psicologia Clínica e da Saúde, com especialização em Psicologia Sistémica – Contextos Familiar, Comunitário e Forense pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa. Tem um Curso Avançado em Educação e Parentalidade Consciente pelo Instituto CRIAP e formações na área do divórcio, intimidade conjugal e autorregulação emocional na infância. O seu percurso profissional começou na Unidade de Intervenção Familiar da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, na área da Prevenção da Parentalidade de Risco e no Acolhimento Familiar. A sua tese de mestrado focou-se em compreender como é vivida a adaptação de diferentes membros da família à comunicação e reconhecimento da identidade de género de uma pessoa trans*.

Ficou Interessade?

Utilize o formulário em baixo e faça um pedido de marcação.
Prometo responder com a maior brevidade possível.

Obrigado pela vossa mensagem.
Ocorreu um erro, tente novamente mais tarde pff.